Papel da dieta à base de vegetais no declínio cognitivo na idade avançada.


Objetivos:
A consistência entre os estudos de base populacional que investigam a relação entre dieta e cognição em habitantes mais velhos na área do Mediterrâneo é pobre. O presente estudo investigou se as mudanças na dieta ao longo de 12 anos estavam associadas à função cognitiva em pessoas mais velhas no sul da Itália.

Métodos: Do ‘Salus in Apulia Study’, que inclui os estudos MICOL e GreatAGE, foram selecionados 584 participantes, inicialmente inscritos no MICOL3 (M3) e posteriormente no GreatAGE Study (MICOL4, M4). A ingestão de alimentos e micronutrientes foi registrada em ambos os estudos, e a função cognitiva global em M4, avaliada com o Mini Exame do Estado Mental.

Resultados: Alimentos de origem vegetal, principalmente café e vegetais, bem como fontes de vitamina A, foram inversamente associados ao comprometimento cognitivo relacionado à idade. O consumo de álcool mostrou um papel prejudicial na cognição, enquanto que a carne vermelha pareceu ser benéfica no presente estudo, embora seu papel seja tradicionalmente considerado prejudicial para a função cognitiva.

Discussão: Esse estudo confirmou que um padrão alimentar mediterrâneo tradicional baseado em produtos agrícolas e baixo consumo de álcool pode ajudar a prevenir / retardar o comprometimento cognitivo relacionado à idade.

Fonte: https://bit.ly/2Y6t7Gu

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.