Gordura não está associada ao risco de doença cardiovascular

"Gordura total na dieta, ingestão de ácidos graxos e risco de doença cardiovascular: meta-análise dose-resposta de estudos de coorte."
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
As bibliotecas Pubmed, Embase e Cochrane foram pesquisadas até 1º de julho de 2018 para estudos de coorte relatando associações de ingestão de gordura dietética e risco de doença cardiovascular (DCV). Ao comparar as maiores e as menores categorias de ingestão de gordura ou ácidos graxos, descobriram que a ingestão de ácidos graxos trans mais elevados estava associada ao aumento do risco de DCV.

No entanto, não foi observada associação entre gordura total, ácidos graxos monoinsaturados (MUFA), ácidos graxos saturados (SFA), ácidos graxos poliinsaturados (PUFA) e risco de DCVs. A análise de subgrupo encontrou um efeito cardioprotetor dos PUFA nos estudos que foram acompanhados por mais de 10 anos.

Conclusões: Esta meta-análise atual de estudos de coorte sugeriu que a ingestão total de gordura, saturada, monoinsaturada e polinsaturada não estava associada ao risco de doença cardiovascular. No entanto, descobriram que a ingestão mais alta de gorduras trans está associada a um maior risco de DCVs de maneira dose-resposta.

Fonte: https://bit.ly/2uSI7ZL

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.