Alimentação na páscoa deveria ser voltada para coelho ensopado e não coelhos de chocolate

Na última ceia Jesus estava comemorando o Pessach, ou seja, a Páscoa judaica.

Essa é uma das festividades mais importantes do calendário judaico, consistindo na celebração da fuga dos hebreus da escravidão no Egito guiados por Moisés.

No início do Pessach, ocorre um jantar cerimonial — chamado Seder — cheio de simbolismos, no qual famílias e amigos se reúnem para comemorar;

O prato do Seder consiste em um ovo cozido, osso com carne tostada de cordeiro, hortaliças amargas (como a escarola, por exemplo), vegetais mergulhados em água com sal, salsão e um purê feito de uma mistura de maçã, pera, nozes e vinho;

Na véspera do Seder, todos os primogênitos devem fazer jejum para relembrar a salvação de todos os primogênitos israelitas que sobreviveram às pragas do Egito.

Comer açúcar não tem relação nenhuma com a celebração religiosa, é uma resposta ao apelo consumista do mercado.

Além disso, se torna um pecado da gula, uma vez que todos na época eram paleo, faziam lowcarb e praticavam jejum intermitente.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.