Check-up médico após 18 meses de dieta carnívora

por Tati

Em setembro de 2017 migrei de uma dieta cetogênica tradicional para a dieta carnívora (bichos, ovos e eventualmente laticínios).
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Recentemente discutimos os resultados do nosso check-up após 18 meses no carnivorismo com o médico que nos acompanha há 4 anos, Dr. Adolfo Duarte.

Estamos disponibilizando nossos exames na íntegra para quem quiser e souber analisá-los. O objetivo é contribuir com aquelas pessoas que querem aderir, mas têm medo de ter algum problema de saúde ao começar esse estilo de vida, ou profissionais de saúde que queiram ter parâmetros laboratoriais de pessoas praticantes desta alimentação.

Status da minha saúde em 2015 seguindo uma dieta baseada nas diretrizes nutricionais:
  • Sobrepeso (62 kg);
  • Pré-diabética;
  • Síndrome do ovário policístico;
  • 17 anos contínuos de contraceptivos;
  • Alimentação rica em grãos, açúcar e farináceos (light, diet e sem gordura);
  • Constipação aguda;
  • Gases;
  • Problemas de sono;
  • Imunidade baixa;
  • Fibromialgia aguda (nas mãos);
  • Fadiga crônica;
  • Perfil hormonal desregulado.
Pontos positivos observados com a dieta (hoje com 38 anos, fazendo musculação 3x por semana, comendo 2 refeições ao dia até a saciedade e sem suplementação):
  • Sono melhorou muito, mesmo na Keto ainda não estava 100%;
  • Composição corporal muito melhor (massa muscular) mantendo o mesmo peso (48 kg); Cabelo, pele e unha ótimos;
  • Sistema imunológico excelente;
  • Livre da SOP;
  • Disposição continua excelente;
  • Redução da ansiedade;
  • Sinalização excelente da saciedade;
  • Sem gases e constipação;
  • Corpo se mantêm em cetose;
  • Zero vontade de comer doces ou qualquer outra coisa que não seja de origem animal (exceto vinho e café);⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • Mais tempo livre, sem preparo e criação de receitas;
Como se observa nos meus exames, o perfil hormonal teve apenas uma "leve" melhora, mas não o suficiente. Portanto, farei a modulação por indicação médica.

Espero poder ajudar a quem quiser experimentar este estilo de vida libertador.

Exames de Tati

por Maurício

Em agosto de 2017 fiz meu primeiro post sobre a dieta carnívora e em setembro migrei da lowcarb e Tati da dieta cetogênica direto para a zero carb. Atualmente fazemos musculação 3x / semana e comemos 2 refeições / dia. Estou com 41 anos e ela 38.

Sempre seguimos as etapas: pesquisar, estudar, planejar, testar, monitorar e melhorar. Graças a grande disponibilidade de informações disponíveis na internet, fizemos uma jornada que nos levou uma melhora significativa em nossa qualidade de vida.

Sem dúvida a remoção dos vegetais da dieta (ainda consumimos diariamente café, eventualmente vinho e raramente cacau 100%) foi algo com impacto profundo não só na nossa saúde, mas em nossa mentalidade também.

Escolhemos a pílula vermelha e saímos da Matrix do senso comum nutricional. Fizemos isso plenamente conscientes das nossas escolhas e tranquilos por ter uma estratégia planejada. Como nosso propósito sempre foi a otimização da saúde, não podíamos deixar de testar algo que poderia ampliar nossos ganhos. Os benefícios poderiam ser enormes e os "possíveis riscos" eram ínfimos.

Disponibilizamos nosso último check-up para quem tiver interesse em analisar os resultados de uma alimentação baseada apenas em alimentos de origem animal, sem vegetais e sem suplementos. Os exames fazem parte da nosso acompanhamento regular feito pelo nosso grande amigo e parceiro Dr. Adolfo Duarte.

Reconhecemos que o carnivorismo não é para todos, pois muitas pessoas não aceitam ficar sem frutas e vegetais. Isso é comum e não tem problema, sem dúvida você terá uma boa saúde desde que opte por comida de verdade no contexto de uma Lowcarb ou Keto.

Estamos muito satisfeitos com os resultados. Apesar de ainda não estarmos com uma saúde otimizada, em comparação com as nossas versões de anos anteriores, as conquistas foram muito expressivas e nos deixam com a certeza de que estamos no caminho certo.

Exames de Maurício

Confira nossa live contando a nossa experiência após 18 meses de dieta carnívora

Comentários