Neandertais tinham uma dieta altamente carnívora

O novo estudo de isótopos estáveis revela que tanto os Neandertais quanto os Humanos Modernos na Europa tinham uma dieta altamente carnívora, composta principalmente de veados e rinocerontes gigantes.

Correlacionar os aspectos culturais, tecnológicos e ecológicos dos Humanos Modernos do Pleistoceno Superior (HMPS) e dos Neandertais fornece uma abordagem útil para se obter previsões robustas sobre o que nos torna humanos. Este artigo apresenta informações ecológicas para um período de especial relevância na evolução humana, o tempo de substituição dos Neandertais pelos humanos modernos durante o Pleistoceno Superior na Europa.

Usando a abordagem isotópica estável, lançaram luz sobre aspectos da dieta e mobilidade dos neandertais tardios e HMPS das cavernas da Troisième caverne de Goyet e Spy na Bélgica. Demonstraram que sua dieta era essencialmente similar, contando com os mesmos herbívoros terrestres, enquanto as estratégias de mobilidade indicam diferenças consideráveis entre os grupos neandertais, assim como em comparação com os HMPS.

Os resultados indicam que os Humanos Modernos do Pleistoceno Superior exploraram seu ambiente em maior escala do que os neandertais e apoiam a hipótese de que os HMPS tiveram um impacto substancial não apenas na dinâmica populacional dos grandes mamíferos, mas também em toda a estrutura do ecossistema desde sua chegada à Europa.

Fonte: https://go.nature.com/2Y6kzhG

Comentários