A teoria metabólica mitocondrial pode explicar melhor a origem e o tratamento do câncer do que a teoria da mutação somática?


Uma teoria que pode explicar melhor os fatos de um fenômeno tem mais probabilidade de promover o conhecimento do que uma teoria que é menos capaz de explicar os fatos. O câncer é geralmente considerado uma doença genética com base na teoria da mutação somática (somatic mutation theory SMT), onde mutações em proto-oncogenes e genes supressores de tumor causam crescimento celular desregulado. As evidências são revisadas mostrando que a teoria metabólica mitocondrial (mitochondrial metabolic theory MMT) pode explicar melhor as características do câncer do que a SMT. As células cancerosas em proliferação não podem sobreviver ou crescer sem carbonos e nitrogênio para a síntese de metabólitos e ATP (Trifosfato de Adenosina). Os carbonos de glicose são essenciais para a síntese de metabólitos através das vias da glicólise e da pentose fosfato, enquanto o nitrogênio e os carbonos da glutamina são essenciais para a síntese de metabólitos contendo nitrogênio e ATP através da via da glutaminólise. A fosforilação do nível de substrato mitocondrial dependente de glutamina torna-se essencial para a síntese de ATP em células cancerosas que superexpressam a isoforma glicolítica da piruvato quinase M2 (PKM2), que têm OxPhos deficiente e que podem crescer em hipóxia (0,1% de oxigênio) ou em cianeto. O direcionamento simultâneo de glicose e glutamina, enquanto eleva os níveis de corpos cetônicos não fermentáveis, oferece uma estratégia terapêutica simples e parcimoniosa para o controle da maioria dos cânceres.

Nenhuma célula tumoral pode crescer ou sobreviver sem metabólitos ou energia. O direcionamento simultâneo dessas vias oferece uma estratégia terapêutica não tóxica para o manejo eficaz da maioria dos cânceres. A estratégia mais simples e parcimoniosa para controlar o câncer sob a MMT é restringir a disponibilidade de glicose e glutamina enquanto coloca todo o corpo em um estado de cetose nutricional.


Fonte: https://bit.ly/3sRdMIv

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.