Pegada de carbono de alimentos de origem animal versus vegetal


Uma nova perspectiva na comparação entre a emissão de gás carbônico das proteínas de origem animal e vegetal.

Se você seguir qualquer vegetariano ou vegano nas mídias sociais, é provável que você tenha visto imagens de como os alimentos não baseados em plantas afetam o nosso planeta.

Há infografia em torno da comparação de produtos lácteos e ovos com arroz, legumes, frutas e vegetais, e olhando para eles, parece que comer qualquer coisa que não seja uma planta faz com que você seja uma pessoa horrível.

Mas, se olharmos mais de perto, há algumas coisas que se destacam.

1. Estes alimentos são comparados numa base por kg.

2. Esses alimentos têm densidades calóricas muito diferentes.

3. Esses alimentos apresentam macro-divisões bem diferentes.

É muito fácil obter carboidratos suficientes. É muito fácil obter gordura suficiente. Obter proteína suficiente, ou melhor ainda, obter um aporte proteico ótimo é muito mais difícil, especialmente para pessoas com problemas metabólicos.

Então, deste ponto de vista, faz mais sentido olharmos a nossa emissão de carbono alimentar não por kg de alimento, mas por grama de proteína.

A imagem acima mostra a emissão de carbono (equivalente) de alguns alimentos de origem vegetal e animal.

Fonte: http://bit.ly/2FbZpFn

Comentários